Anúncios do Google Shopping vs anúncios da pesquisa do Google: leia isto antes de decidir qual usar

    anuncios-da-pesquisa-vs-google-shopping

    Alguns de vocês podem estar se perguntando qual é o melhor dos dois — o Google Shopping ou o Google Search Ads, também conhecido como Anúncios de pesquisa do Google.

    A resposta curta é: nenhum dos dois. Na verdade, ambos os tipos de campanhas podem ser operados ao mesmo tempo. Um não exclui o outro.

    Maximize a sua visibilidade com o Google Shopping e TAMBÉM com o Google Search Ads

     

    O Google mostra até 30 PLAs (Product-listing Ads, ou anúncios da lista de produtos) em computadores e até 15 em dispositivos móveis.

     

    Além disso, ele também mostra até 7 anúncios de texto em buscas em dispositivos móveis e 7 em computadores.

    Até 4 destes aparecem sobre os resultados orgânicos, enquanto que até 3 aparecem no fundo da página de resultados de pesquisa, abaixo dos resultados orgânicos. Pois bem, enquanto que os seus produtos podem aparecer como PLAs mais de ua vez, somente um anúncio de pesquisa por anunciante pode aparecer em qualquer dado momento. O que isto significa é que você pode aparecer em vários resultados no Google Shopping, mas somente em um na pesquisa do Google.

    O interessante aqui é que, como já dito, anúncios de pesquisa podem aparecer juntamente com PLAs. Ou seja, os seus produtos podem aparecer várias vezes no Shopping mais uma vez na pesquisa, e tudo ao mesmo tempo. Desse jeito você vira o rei da página de resultados de pesquisa!

    anuncios-do-google-shopping-ou-google-search

    Na imagem acima, você pode ver que Appliancesdelivered.ie aparece 4 vezes. O site tem 3 anúncios da lista de produtos e um anúncio de pesquisa. Embora o seu competidor direto, Nibets.ie, esteja mostrando um anúncio da lista de produtos a mais, o anúncio de pesquisa faz com que a mensagem do anunciante seja mais dominante e proeminente.

    Além disso, anúncios de pesquisa mostram mais conteúdo. Assim, eles dão aos anunciantes mais oportunidades de enfatizar potenciais promoções e liquidações exclusivas. No caso da imagem de tela acima, você pode ver que várias extensões de anúncios estão aparecendo juntamente com o anúncio de pesquisa. Potenciais clientes podem ver imediatamente que outros tipos de churrasqueiras o anunciante está vendendo e, mais importante, onde.

    Aliás, o anúncio também está mostrando uma extensão de localização, a qual dá informações sobre o endereço físico do anunciante, seu horário de funcionamento, etc. Isto é algo que anúncios do Shopping não podem fazer. Como você pode ver, há uma série de razões para anunciar tanto com o Google Shopping quanto com os anúncios de pesquisa. Vamos recapitular:

    • Maior exposição e visibilidade
    • Dá menos espaços para os competidores na página de resultados
    • Reforça a mensagem e a imagem da sua marca
    • Fortalece a sua imagem promocional. Mais texto para ser usado, mais conteúdo
    • Com extensões de anúncios, você pode adicionar informações relevantes e referenciar outros produtos, promoções, etc.

    A fim de realmente tirar o proveito máximo do Google Shopping e dos anúncios de pesquisa, combinados juntamente, recomendamos que você implemente os anúncios de texto baseados em feeds. Já cobrimos este tópico extensamente em nossos posts anteriores

     

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

     

    Anúncios de texto baseados em feeds: dá combiná-los com o Google Shopping?

     

    Anúncios de texto baseados em feeds são anúncios de pesquisa criados dinamicamente e que anunciam produtos específicos. 

    Eles mostram dinamicamente informações relevantes de produtos, tais como título e preço, que eles puxam de um feed de produtos. Apresentamos este tipo de anúncio no artigo em nosso blog Como criar anúncios de texto para a pesquisa do Google através de um feed de produtos.  

    Estes anúncios podem aparecer juntamente com anúncios no Shopping, da mesma forma que anúncios regulares. De forma que a resposta curta para a questão que fizemos no subtítulo logo acima é: “sim, não só dá quanto é recomendado!”. Confira a imagem abaixo.

    O mesmo anunciante está mostrando um anúncio da lista de produtos e um anúncio baseado em texto para o mesmo produto.

    anuncios-pesquisa-do-google-shopping-vs-anuncios-de-pesquisa-do-google

    No entanto, existem certas circunstâncias sob as quais não dá para anunciar em ambas as plataformas. Vejamos dois destes casos.

     

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

     

    Anúncios de texto baseados em feeds: sim / Google Shopping: não

     

    Se o conteúdo dos seus anúncios não consiste de produtos físicos disponíveis para comprar-se online, você não pode anunciar no Google Shopping (há algumas poucas exceções, tais como assinaturas de software e contratos de operadoras móveis).

    Na verdade, o Google Shopping é projetado para varejistas, e não serviços, online. Se você vende voos ou quartos de hotel, você não pode anunciar no Google Shopping. Seria o caso de conferir os Anúncios de hotéis no Google.

    Se você vende aulas de yoga ou lições de música, infelizmente o Google Shoppings também não é para você.

    Aliás, lembre-se que o Google Shopping mostra não só texto, mas também imagens. Portanto, existem regras adicionais em jogo. O Google Shopping não aceita imagens que mostrem conteúdo chocante, nudez ou violência. Veja o caso de capas de livro, por exemplo: embora livros possam ser anunciados através do Google Shopping, caso a imagem da capa de um livro não se enquadre com as regras, infelizmente ele não poderá ser anunciado. Por outro lado, você pode sempre anunciá-lo na pesquisa do Google, quando a capa não apareceria.

     

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

     

    Anúncios baseados em feeds: não / Google Shopping: sim

     

    No caso anterior vimos como as regras do sistema podem impedi-lo de usar o Google Shopping. Pois bem, acontece que não há caso algum onde você possa anunciar no Google Shopping e não possa na pesquisa do Google. Há, isso sim, casos onde você pode anunciar no Google Shopping e para os quais simplesmente não recomendamos anunciar no Google pesquisa também, ainda que permitido.

    Tal é o caso dos anunciantes que vendem produtos de nicho que não geram muitas pesquisas. Produtos de nomes longos e complexos que a maioria não lembraria ou pesquisaria. Nas imagens de churrascarias acima, o segundo resultado sem dúvida entra nesta categoria: “Lifestyle Baham Island Gas BBQ c/w Rotisserie & Cover LFS680P”. Neste caso, é melhor simplesmente usar anúncios de pesquisa generalizados direcionados para termos generalizados. Digamos: “churrasqueiras online”, “comprar churrasqueira online”, etc.

     

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

     

    Prós e contras de anúncios de pesquisa e do Google Shopping

     

    Isso tudo dito, vamos recapitular os prós e contras de anúncios de texto baseados em feeds versus anúncios do Google Shopping — e vice-versa.

     

    Prós dos anúncios de texto baseados em feeds

    • São proeminentes na página de resultados de pesquisa
    • Grande visibilidade
    • Mais texto e conteúdo
    • O seu anúncio pode ser maior que o do seu competidor, caso você use todas as linhas e extensões de anúncios
    • Extensões de anúncios 
    • Dá mais chances de ganhar um clique

    Contras dos anúncios de texto baseados em feeds

    • Não são adequados para produtos de nomes longos e complexos
    • Mais complexos de implementar do que o Google Shopping
    • O custo por clique (CPC) pode ser maior do que no Shopping

    Prós do Google Shopping

    • Mais fácil de implementar para uma grande quantidade de produtos
    • Não requer palavras-chave, tem potencialmente mais chances de mostrar seus produtos
    • Geralmente, anúncios da lista de produtos são mais envolventes do que anúncios da página de pesquisas, já que incluem uma imagem
    • O custo por clique (CPC) pode ser relativamente barato em comparação com a pesquisa do Google

    Contras do Google Shopping

    • Só serve para negócios de varejo online
    • Regras estritas em relação ao conteúdo das imagens
    • Os anúncios mostram pouco conteúdo
    • Todos os anúncios são do mesmo tamanho. É difícil destacar-se da competição.

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

     

    Conclusões

    Tanto os anúncios do Google Shopping quanto os anúncios de texto baseados em feeds têm seus prós e contras. O primeiro passo para dominar estes dois tipos de anúncios é estar ciente das suas vantagens e limitações. A nossa recomendação: use os dois sempre que possível. Se por algum dos motivos explicados acima você não consiga tirar o máximo proveito de uma combinação dos dois, certifique-se de pelo menos usar o mais adequado.

    New Call-to-action