Como usar um feed de dados de produtos para criar anúncios de texto na Rede de Pesquisa do Google

    Como-usar-um-feed-de-dados-de-produtos

    Com os anúncios ocupando cada vez mais espaço nas páginas de resultados, é de extrema importância para o anunciante estar presente tanto em resultados de buscas no Google Shopping quanto nos resultados de buscas comuns. Isso aumenta a visibilidade e reconhecimento da marca, as chances de obter cliques, de gerar tráfego e, consequentemente, vendas. 

    Além disso, lembre-se de que quanto mais espaço ocuparem os seus anúncios na página de resultados, menos espaço haverá para a concorrência.

    Com o lançamento da nossa função mais recente, o DataFeedWatch anúncios de texto, queremos nos aprofundar um pouco mais no tópico de anúncios baseados em feeds no Google.

    Clique nos links para ir direto a uma seção específica: 

    Como usar um feed de dados de produtos para criar anúncios de texto na Rede de Pesquisa do Google

    O que são anúncios de texto baseados em feeds

    #1 Anunciar promoções e descontos

    #2 Estabelecer provas sociais

    #3 Criar urgência

    Prós e contras de anúncios de texto baseados em feeds

    Do que você precisa para começar

     

    O que são anúncios de texto baseados em feeds

     

    Anúncios de texto baseados em feeds são anúncios de busca que podem ser criados dinamicamente pelos anunciantes a fim de mostrar informações relevantes de produtos, tais como nome, preço e disponibilidade, em resposta a buscas por produtos específicos no Google.

    Esses anúncios costumam complementar os anúncios da lista de produtos, dando mais chances às lojas de e-commerce de mostrar os seus produtos e aumentar seus tráfego e renda. E, enquanto que o Google Shopping é uma parte essencial da estratégia de qualquer varejista online, o anunciante também pode exibir anúncios de texto juntamente com os resultados de buscas no Google Shopping.

    Não se perde nada ao usar um ou outro tipo de anúncio: tanto os anúncios da lista de produtos quanto os anúncios de texto para pesquisas podem ser exibidos ao mesmo tempo.

     

    Voltar ao topo ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados


    Como são criados anúncios de texto baseados em feeds e para que servem

     

    anúncio-de-texto-feed 

     

    Ao pesquisar pelo livro Donal’s Meals in Minutes, a Easons.com aparece duas vezes.

    O livro é anunciado nos resultados do Google Shopping, no topo da página, e como um anúncio comum de busca, logo abaixo deles. A Blackwell’s e o eBay compartilham o resto do espaço de publicidade.

    Note que o anúncio da pesquisa, assim como o do Google Shopping, mostra tanto o título quanto o preço do livro.

    Anúncios que mostram o título e preço de um produto podem ser feitos manualmente, é claro. Mas e se você quiser anunciar centenas — ou milhares — de produtos? Obviamente você não vai querer gastar dias e noites atualizando manualmente centenas de anúncios de texto.

    Aí está o motivo pelo qual falamos de anúncios de texto baseados em feeds.

    Eles são anúncios de pesquisa que mostram dinamicamente informações relevantes do feed de produtos, tais como título e preço — e isso sem que seja necessário trabalho manual. No exemplo abaixo, o mesmo anunciante também incluiu o nome do autor do livro no anúncio, o qual também foi extraído do feed de produtos.

    anúncio-de-texto-baseado-feed-Google

    Outros usos populares de anúncios de texto baseados em feeds são:

     

    Voltar ao topo ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

    #1 Anunciar promoções e descontos

    Se o seu feed inclui tanto o preço original quanto o preço com desconto de um produto, você pode decidir incluir ambos nos anúncios de texto, ou então mostrar o desconto em porcentagem.

    anúncio-de-texto-baseado-feed-Google1

    Como você com certeza já percebeu, compradores online são muito sensíveis a promoções.

    Nada serve tão bem para gerar uma taxa de cliques alta do que enfatizar um abatimento.

    anúncio-de-texto-baseado-feed-Google2

       

    #2 Estabelecer provas sociais

    Em um nível um pouco mais avançado, você pode incluir o desempenho das vendas no seu feed.

    Assim, você consegue incluir no anúncio número de vendas da semana passada, de forma que todos possam ver a popularidade do produto sendo anunciado.

    anúncio-de-texto-baseado-feed-Google3

     

     

    #3 Criar urgência

    Quando você acrescenta a quantidade de itens no inventário, o anúncio gera uma sensação de urgência — outra tática popular de publicidade online para gerar cliques e vendas.

    anúncio-de-texto-baseado-feed-Google4

      

    Voltar ao topo ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

     

    Prós e contras de anúncios de texto baseados em feeds

     

    Dado tudo que já dissemos, você já deve ter percebido quais os prós e contras. Vamos recapitular:

     

    Prós:

    #1 Você aumenta a sua parcela de cliques na página de resultados

    Como já vimos acima, os anúncios de texto estão se tornando cada vez maiores, especialmente depois das atualizações mais recentes de 3 cabeçalhos e anúncios responsivos. Se você juntar anúncios de texto para produtos específicos com o Google Shopping, você será o rei da página de resultados e dominará a concorrência.

     

    #2 Você sempre é encontrado quando o usuário busca por um produto específico, e o seu conjunto de palavras-chave é expandido

    O ideal é que todos os seus produtos recebam a cobertura de publicidade que merecem. O Google Shopping, por melhor que seja, nem sempre garante isto, já que nem sempre há palavras-chave para os lances. Por outro lado, não é factível escrever manualmente centenas de anúncios. É aí que entram os anúncios de texto baseados em feeds.

     

    #3 Você pode visar palavras-chave “long-tail”, de alto valor

    Palavras-chave de produtos específicos são os que comerciantes chamam de palavras-chave “long tail”. Geralmente, elas contêm mais de duas palavras e têm um volume de buscas menor do que palavras-chave genéricas e mais comuns. No entanto, elas trazem consigo uma intenção de compra muito maior. É isso o que importa, e com anúncios de texto baseados em feeds, você consegue visar automaticamente todas estas palavras-chave e mostrar anúncios super relevantes em resposta a elas.

     

    Contras:

    #1 Palavras-chave “long-tail” podem ser sinalizadas como “volume de buscas baixo”

    Como vimos, palavras-chave “long-tail” podem ter um volume de buscas baixo. Infelizmente, o Anúncios do Google sinaliza as palavras-chave menos pesquisadas como “volume de buscas baixo”, impedindo que sejam exibidas. Você precisa tomar cuidado com isso e sempre se certificar de que as suas palavras-chave se qualifiquem para aparecer. 

    A função mais recente de anúncios de texto baseados em feeds do DataFeedWatch automaticamente reduz palavras-chave longas demais a fim de garantir que apareçam.

     

    #2 Palavras-chave com alta intenção de compra podem custar mais

    O outro lado da moeda para palavras-chave “long-tail” é que, dado seu alto valor, elas podem custar mais. Isto faz com que o custo por clique médio seja mais alto do que o de outras palavras-chave mais genéricas. Embora convertam melhor do que termos genéricos, o retorno sobre investimento com anúncios também pode não ser tanto quanto você esperaria. Por isso é que diríamos que os anúncios de texto baseados em feeds são particularmente valiosos para comerciantes que vendem produtos de alto valor.

     

    #3 Preste atenção nos limites de caracteres para anúncios de texto

    É importante estar ciente dos limites de caracteres para anúncios de texto da Rede de Pesquisa. Até o momento, setembro de 2019, anúncios de texto contêm três títulos de 30 caracteres e duas descrições de 90. Se o nome de um produto, ou os atributos do feed, forem maiores do que 30 caracteres, isto pode causar a reprovação do anúncio. É importante estar atento e certificar-se de que o texto esteja adequadamente reduzido. Isto é particularmente relevante dado que os anúncios do Google Shopping permitem títulos de 70 caracteres. Isto quer dizer que, muito frequentemente, você não pode usar o mesmo título para anúncios do Shopping e para anúncios de texto baseados no feed. Provavelmente você precisará de dois feeds independentes, ou duas versões diferentes.

     

    Voltar ao topo ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

    Do que você precisa para começar

    Para começar a usar anúncios de texto baseados no feed, você basicamente só precisa de um feed de produtos e uma conta de Anúncios do Google. Com base no que vimos acima, pode ser uma boa ideia editar o seu feed especificamente para este fim. O DataFeedWatch permite que você faça isso mediante a criação de um feed sob medida.

    O DataFeedWatch se integra com o Anúncios do Google através das suas APIs e cria novos anúncios a cada vez que os atributos do feed são atualizados. Ele não usa personalizadores de anúncios, e por isso você não precisa de nenhum anúncio não personalizado para o AdGroups. Além disso, você não precisa enviar feeds para os Anúncios do Google, assim como não precisa criar anúncios personalizados.

    O sistema faz tudo automaticamente para você!