Como proteger a sua marca na Amazon — Parte 1

    Como proteger a sua marca na Amazon — Parte 1

    Falsificações, apropriações e imitações, ou piggybacking, são todas expressões que nos fazem tremer quando vendemos pela Amazon. Mas o que essas palavras realmente significam, e como podemos evitar de perder a Buy Box?

    Você começou a vender na Amazon e finalmente chegou ao ponto de ter conseguido promover um ou alguns de seus itens como bestseller, ou mais vendido. Consequentemente, as vendas estão aumentando e o seu trabalho duro está sendo recompensado. O seu final de semana foi relaxado, você desfrutou do sucesso das suas vendas da última semana na Amazon e na segunda-feira de manhã, você liga o seu notebook.

     

    Você quase cai da cadeira quando percebe que não houve venda nenhuma durante o final de semana. O que aconteceu?

     

    Apropriação de produto na Amazon

    Este é um caso óbvio da sua listagem ter sido apropriada. Alguém listou um produto com o seu código UPC/EAN/ASIN e, portanto, está aparecendo como um dos vendedores dentro da sua listagem — e, a essa altura, o único que está ganhando a Buy Box.

    O exemplo abaixo demonstra como você pode identificar um apropriador. Na maioria dos casos, é uma falsificação barata do seu produto. Neste caso em particular, estamos examinando uma tigela de salada feita de madeira cuja remessa é feita pela Amazon. No entanto, você também pode ver que há outros 9 vendedores oferecendo o mesmo produto. Os três primeiros competem com a Amazon em preço e são classificados de acordo com vários fatores, alguns dos quais são índice de resposta a mensagens, feedback sobre o vendedor e taxa de retorno.

    No entanto, o quarto vendedor está passando na frente de todos os outros vendedores em preço (sem contar frete). Além disso, o vendedor acabou de entrar na plataforma e não tem classificação de vendedor, o que quer dizer que a Amazon o avalia como neutro. Esses fatores indicam um possível falsificador.

    Amazon Product Hijacking and Protect your Brand on Amazon

    Outro termo ao qual nos referimos no começo foi piggybacking, ou imitações. Isso seria a mesma coisa que apropriação? Sim e não. Piggybacking significa que alguém identifica um produto bem-sucedido e pula na oportunidade, colocando-se como vendedor de um produto similar ou do mesmo produto. Há uma diferença:

    • Vender um produto similar provavelmente significa vender uma cópia pirata barata, o que é ilegal e se considera apropriação.
    • Vender o mesmo produto também pode significar que um dos seus revendedores comprou o produto de você e o está revendendo na Amazon. Isso é permitido e 100% legal.

    Você precisa se proteger contra os casos ilegais. Invariavelmente, o que acontece se alguém vender cópias baratas do produto que você criou? A qualidade sofre e o seu produto recebe avaliações negativas que acabam por arruinar a sua listagem.

     

    Registro de marca vs Permissão para uso de marca

    A Amazon é um sistema de varejo online que está sempre em movimento e é um dos mais inovadores, o que deixa pouco espaço para uma camada de proteção de marca a longo prazo. Uma estratégia que funciona hoje não necessariamente continuará a servir, já que a Amazon pode decidir fazer alguma alteração amanhã que deixa a sua estratégia de ponta cabeça. O nosso conselho é de ficar sempre de olho nas suas listagens, especialmente nos mais vendidos, já que estes podem rapidamente virar um problema.

    A partir deste ponto, vamos lhe dar algumas dicas úteis para a proteção imediata da sua marca de diferentes tipos de problemas. Vamos começar com o registro de marca e a permissão para uso de marca, dois processos que com frequência são confundidos.

     

    Registro de marca

    Você pode registrar a sua marca a fim de ter mais influência sobre o conteúdo da sua página de detalhes de produtos. Isto não impede que as suas listagens sejam apropriadas: simplesmente dá mais direitos ao proprietário da marca.

     distribuição de influenciadores da amazon

    O quadro acima demonstra a hierarquia de influenciadores no que se refere a páginas de detalhes de produtos. Os fabricantes que usam Vendor Central ou Vendor Express tem a prioridade mais alta em relação a conteúdo, vindo em seguida os vendedores com marcas registradas que usam a Seller Central. No último ponto da escada ficam os competidores, também conhecidos apropriadores/imitadores (ou piggybackers). Consequentemente, se o seu produto não tem marca registrada, qualquer pessoa pode usar o título do produto, os pontos de lista, a descrição do produto e as especificações de uma página qualquer de detalhes de produto. Você não tem controle algum.

    As principais vantagens de um registro de marca são:

    • Você tem mais controle e influência
    • Falando por experiência, os seus itens acabam sendo aprovados mais rápido
    • Acesso (grátis) ao Enhanced Brand Content (conteúdo mais abrangente)
    • Sem registro de marca, não existe permissão para uso de marca.

    A única desvantagem do registro de marca é que isso não o protege de apropriadores.

    A Amazon lançou o novo processo de registro de marca em maio de 2017. Comece registrando a sua marca aqui. Você terá de apresentar os seguintes documentos e informações:

    • Imagem do produto e da marca na embalagem (sem colantes)
    • Certifique-se de estar usando a ortografia correta do nome da marca
    • O seu site que exiba a marca/produtos e informações de contato condizentes com os dados registrados na Seller Central
    • Carta de autorização do proprietário da marca — caso não se trate de você

     

    Como saber quando os seus produtos têm sua marca registrada?

    It usually takes Amazon up to 24 hrs to approve brand registry. A few months ago, fast and efficient communication with Amazon was nothing of this sort. You had to open cases and were lucky if you got the answer you needed with their first response after 1-2 days. As Amazon also outsources their customer service, the associates do not always comprehend your issue in the first round and we all know that some inquiries cannot wait for even 24 hrs.

    Fortunately, Amazon has come around and now also offers a call-back service as well as a chat function. Hence, if you prefer personal contact, just get in touch with Amazon and ask whether your brand registry was successful.

    Nevertheless, there are a couple of quick tricks that you can use to check whether your submission was successful. Until then, all products have unique identifiers such as a UPC/EAN/MPN. Once Amazon has approved your brand registry they will assign your product another unique identifier called GCID (Global Catalogue Identifier).

    Conteúdo de marca aprimorada da EBC amazon

    O código CGID consiste de um número de 16 dígitos que você pode conferir em um outro lugar na sua conta Seller Central:

    • Tente se cadastrar no serviço EBC (Enhanced Brand Content). Se a permissão for dada, quer dizer que a sua marca já foi registrada. Veja como fazer isto:
    • Se a função não estiver visível para você, contate a Amazon através de um caso ou de outra opção de contato. Nota: atualmente, o EBC só está disponível para a Amazon.com, e não para os mercados europeus.
    • Vá para Relatórios >> Relatório de inventários >> Relatório de listagens ativas e procure a coluna Código de produto. Encontrou? Ótimo.
      • Se ali for exibido um código ASIN, o seu registro de marca não teve sucesso ou ainda não foi aprovado.
      • Se você vir um código GCID de 16 dígitos, quer dizer que o processo de registro de marca foi aprovado.
    • O meu método favorito é o seguinte: vá para Inventário >> Gestão de inventário e procure no canto superior direito o botão Preferências: x colunas ocultas.

    GCID-amazon

    • Clique nele e marque a caixa UPC/EAN.
    • Se ali for exibido um código UPC/EAN, o seu registro de marca não teve sucesso ou ainda não foi aprovado.
    • Se você vir um código GCID de 16 dígitos, quer dizer que o processo de registro de marca foi aprovado.

     

    Parte 2: Brand Gating, ou Permissão para uso de marca

    Na próxima parte, Como proteger a sua marca na Amazon Parte 2, vamos examinar aquilo a que chamamos de brand gating, uma outra peça do quebra-cabeça que o ajuda a proteger a sua marca e ainda tem outras utilidades.

    Se você é um comerciante online que está tentando tirar o máximo proveito do potencial que a Amazon oferece, e se este post foi útil para você, provavelmente você também vai gostar de ver o nosso e-book Duplique as suas vendas na Amazon com 9 dicas comprovadas. Faça download dele e descubra como melhorar a qualidade do seu feed e de suas campanhas.

     

    New Call-to-action