Tudo que você precisa saber sobre tipos de feeds do Google Shopping

    tipos-de-feeds-google-shopping

    Com um crescimento enorme de 52% sobre o ano anterior no primeiro trimestre de 2016, o Google Shopping virou a tendência mais quente para todas as lojas de e-commerce.

    Vendedores o utilizam para promover seus inventários, atrair tráfego de qualidade para suas lojas online e gerar um aumento de vendas em geral. Recentemente, o serviço virou ainda mais proeminente, expandindo-se para uma variedade de novos países.

    A fim de que seus produtos sejam listados no Google Shopping, comerciantes precisam enviar informações de produtos através de feeds de dados ao Google Merchant Center. Com o processo de envio, surgem certas questões:

    • Que tipo de feed devo enviar?
    • Quais são os requisitos técnicos?
    • Quais são as especificações de feed para cada feed?
    • Com qual frequência deve ser atualizado cada tipo de feed?
    • Quando usar qual feed?

    Abordaremos estas e outras questões logo abaixo.

    Feed do Google Merchant Center

    Foco principal: trata-se aqui do feed principal, que  contém todas as informações sobre o catálogo de produtos que será enviado ao Google Merchant Center. Ele deve ser carregado em formato .XML ou .TXT.

    É obrigatório que este feed do Google Shopping contenha os seguintes campos: ID, título, descrição, link, imagem, image_link, preço, condição, disponibilidade, marca e google_product_category.

    2019-03-18_1639

    Para vendedores de vestuário, os campos requisitados também incluem: age_group, gênero, cor, tamanho, material e padrão.

    google-shopping-feed-especificação-vestuário-produtos

    Antes de criar o feed, certifique-se de conferir a lista detalhada de campos obrigatórios ou opcionais. É o jeito mais seguro de garantir que o feed esteja de acordo com todas as especificações do Google.

    É importante que todos os produtos com um Número Global de Item Comercial (GTIN) atribuído pelo fabricante o incluam no feed.

     

    Baixe nosso guia sobre como dobrar suas vendas no Google Shopping em um hora

     

    Qual a frequência com a qual você deve enviar atualizações de feed ao Google Merchant Center? Ao menos uma vez por mês, de acordo com o requerimento, mas da nossa parte aconselhamos pelo menos uma atualização diária. Se o seu feed muda com frequência, você pode considerar atualizá-lo até 4 vezes por dia.

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

    Feed de atualização de inventário de produtos online

     

    Foco: enviar atualizações frequentes de preço e inventários ao Google Merchant Center.

    O feed de atualização de inventário de produtos online permite aos comerciantes que mudem o preço, a disponibilidade e o preço de venda para itens já enviados anteriormente, através do do feed comum do Google Merchant.

    Ele é uma ferramenta útil no caso de o preço ou a disponibilidade dos produtos mudar frequentemente. Graças a ele, vendedores podem rapidamente propagar as atualizações para um feed comum, em vez de atualizar o feed principal.

    O feed contém somente cinco campos: ID, preço, disponibilidade, preço de venda e entrada em vigor do preço de venda. É claro, o valor inserido no campo ID de um produto deve corresponder ao ID do feed comum no Google Merchant.

    atualização-de-feed-de-produtos-de-inventário-on-line

     

    Feeds de atualização de inventários de produtos podem ser enviados com qualquer frequência, conforme necessário e durante o dia todo.

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

    Feed de promoções do Google

    Foco: adicionar texto promocional aos anúncios da lista de produtos no Google Shopping

    Comerciantes podem usar o Feed de promoções do Google para aumentar as taxas de cliques de seus anúncios da lista de produtos no Google Shopping. ATualmente o serviço está disponível em um número limitado de países: Austrália, França, Alemanha, Índia, Reino Unido e EUA. O programa será disponibilizado em outros países em breve, e sugerimos conferir a página de promoções do Merchant para conferir se o seu país já foi adicionado.A fim de usar o feed de promoções, o comerciante deve enviar um formulário de interesse em promoções no Merchant. Uma vez aprovada a candidatura ao programa de promoções, haverá um tipo de feed extra disponível no Google Merchant Center.

    feed-de-promoções-do-google-O feed de promoções tem 6 campos requeridos: promotion_id (ID da promoção), product_applicability (ao que se aplica o produto), offer_type (tipo da oferta), long_title (título extenso), promotion_effective_dates (datas de vigoração da promoção) e redemption_channel (canal para resgatar a promoção).

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

    Feed de anúncios de inventário local

    Foco: Os anúncios de inventário local do Google são projetados para ajudar lojas físicas a obter visitantes.

    Compradores locais podem visualizar um inventário online, horário de funcionamento e instruções de como chegar nas lojas. Os anúncios de inventário local do Google são um ótimo jeito de aumentar significativamente as vendas offline.

    Para aproveitar as oportunidades oferecidas pelos anúncios de inventário local, comerciantes precisam criar três feeds adicionais com uma lista de todos os produtos que vendem em suas lojas.

    Feed de informação sobre a empresa — lista as informações relativas a todas as localizações da sua empresa.

    Feed de produtos locais do Google — inclui todas as informações sobre os produtos que você vende somente na sua loja, ou também online.

    Feed de produtos de inventário local do Google — inclui informações de estoques e preços para cada localização física.

    feed-de-inventário-de-produtos-locais-do-Google

    Os quatro feeds de dados — localizações de empresas, feeds locais de produtos, feed de inventário local de produtos e feed de produtos do Google — serão combinados automaticamente pelo Google através do atributo item_id.

    Com qual frequência devem ser enviados estes feeds?

    • Feeds locais de produtos, ao menos uma vez por semana;
    • Feeds de inventários locais de produtos, ao menos uma vez por dia.
    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

    Feed de classificações de produtos

    Foco: adicionar classificações de produtos às listagens a fim de estabelecer confiança com potenciais compradores e aumentar as vendas.

    Quem compra online depende muito de avaliações no Google Shopping antes de decidir o que comprar. Para que as classificações sejam exibidas nas listagens de produtos, negociantes devem enviar as resenhas do produto ao Google:

    • seja carregando os feeds na conta do Merchant Center;
    • seja os enviando através de um agregador de avaliações de terceiros

    Se a segunda opção for preferida, o Google obterá os dados diretamente dos agregadores e não será necessário que o comerciante envie o feed. No entanto, se as avaliações forem coletadas através do site do varejista, será necessário criar um feed de classificações de produtos.

    O feed atualizado deve ser enviado ao menos uma vez por mês. Caso contrário, o documento pode acabar contendo dados potencialmente inexatos e que não sejam relevantes para os compradores. O não cumprimento deste requerimento pode deixá-lo incapacitado de participar no programa de classificações de produtos.

    Uma última coisa: você precisa ter ao menos 50 avaliações a fim de que as classificações sejam exibidas em suas listagens de produtos no Google Shopping.

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

    Feed de remarketing dinâmico

    Foco: visar compradores que visitaram uma página de produto ou abandonaram um carrinho de compras.

    Isso o ajudará com seus esforços de remarketing e lhe permitirá exibir anúncios adaptados a visitantes anteriores, com base em sua atividade no seu site.

    Há alguns passos que você precisa tomar a fim de usar o remarketing dinâmico. Antes de mais nada, é necessário enviar o seu feed comum para o Google Merchant, o que deve ser feito em formato .XML ou .TXT.

    Opcionalmente, você também pode acrescentar alguns campos adicionais ao documento: display_ads_id, display_ads_similar_id, display_ads_title, display_ads_link, display_ads_value, excluded_destination, adwords_grouping, adwords_labels.

    feed-de-remarketing-do-google

    Uma vez que o feed tenha sido validado, você pode criar uma campanha de remarketing dinâmico através do AdWords.

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

    Feed de fabricante

    Foco: dá mais controle a donos ou fabricantes de marcas em relação a como seus produtos são apresentados a compradores no Google Shopping e em outros serviços do Google.

    Com o Google Manufacturer Center, fabricantes podem melhorar a sua presença no Google, fornecendo conteúdo valioso, preciso e padronizado para compradores e para varejistas.

    Há seis campos obrigatórios: ID, GTIN, título, descrição, link da imagem e marca. No entanto, você não deve parar por aí: é recomendado que você preencha outros atributos adicionais, já que isso permitirá aos compradores que busquem e encontrem seus produtos com maior facilidade.

    Vale a pena mencionar que você pode atualizar feeds de teste para encontrar e corrigir potenciais erros. Feeds desse tipo não criam itens selecionáveis para resultados no Google Shopping.

    Finalmente, tenha em mente que você precisa de um feed diferente para cada país onde você vende produtos, e que você pode ter um máximo de 20 feeds por país.

    O Google Shopping é um canal excelente para conseguir deixar seus produtos em frente a um vasto público e atrair mais clientes. Esperamos que esse artigo o tenha ajudado a entender melhor que tipo de informação sobre os produtos é necessário enviar ao Google, dependendo de seus objetivos de vendas online. 

    Voltar ao topo da página ou Baixar O Guia Completo de Otimização de Feeds de Dados

    New Call-to-action